Conheça o Desligamento Voluntário do Programa Bolsa Família



Uma das novidades que poucos conhecem em relação ao Programa Bolsa Família é o chamado Desligamento Voluntário.

Como funciona?
A família interessada em se desligar voluntariamente basta procurar a Gestão Municipal para atualizar seu cadastro e assinar o documento de desligamento. Tudo é bem rápido, seguro e não há necessidade de agendamento.

Qual a vantagem de se desligar voluntariamente?
A principal vantagem é que após o desligamento voluntário num período de até 36 meses se alguém da família ficar novamente desempregado e renda per capita atender o perfil do programa, ela poderá requerer o benefício já para o próximo mês. Além disso, a família que se desliga voluntariamente abre uma nova vaga para quem está precisando receber o benefício.

Posso requerer parcelas anteriores caso eu retorne ao Programa dentro do período de 36 meses?
Não. Tenhamos em mente que estes desligamentos são de vontade própria da família, portanto, ela só receberá no mês seguinte que ela procurou novamente a Gestão Municipal.

Devo entregar o cartão para ao Gestor PBF após o desligamento?
Em hipótese nenhuma a família deve entregar o cartão para alguém da Prefeitura. Lembre-se: o cartão é pessoal e intransferível. Além disso, o cartão do Programa Bolsa Família também serve para sacar abonos salariais, consulta de PIS/PASEP dentre outros benefícios da Caixa Econômica Federal.

Se preferir, ouça o áudio e compartilhe!